sexta-feira, maio 18, 2007

Rataria e Ecossistema

Anunciou na edição de hoje o Diário de Coimbra que há ratos no Oásis da Figueira da Foz.

Esta é uma noticia que pode ser vista de duas perspectivas:

1ª A Preocupamte: Ratos é sinal de esterco. São às centenas, diz a noticia, acrescentando que os patos que lá existem vão sendo dizimados por estes espécimes roedores.

O Pelouro da Higiene da Autarquia da Figueira da Foz não os tirou a tempo (aos patos) e eles estragaram o ecossistema local. Foram chamados os ratos para fazer o trabalho e agora o ecossistema está novamente em equilíbrio.

Felizmente que no Bairro do Guerra (ex-Celbi) retiraram os patos a tempo, salvando o ecossistema local...

2ª A Esperança: Os ratos são sempre os primeiros a abandonar o barco.

Ora bem, se estes se mantêm no Oásis, é porque aquele lugar não é assim tão mau.

Penso que já está na hora de se investir numa desratização do espaço e promover ali um espaço de atracção social.

Mas por favor, tirem os patos, pois esses bichos diabólicos andam a estragar o ecossistema local.

4 comentários:

Cristina disse...

Ainda me lembro da primeira vez que vi o Oasis, achei-o muito lindo, mas a última vez que aí estive, estava deserto...

Um beijinhu

dass disse...

Subscrevo! Nem mais! Tão preocupados com a destruição que os patos causam e tão desleixados com os roedores!

Pensamentos Felizes disse...

Reitero as tuas palavras e as da dass.
Aquilo era tão giro nos primeiros tempos de existência (no primeiro verão...)
Parabéns atrasados à Mariana :)
beijinhos
Cris

José Manuel Dias disse...

Quando não se respeita o sistema é no que dá...Abraço