domingo, junho 25, 2006

Seguros



Os meus filhos usam os sistemas de retenção (cadeiras adequadas ao Peso, Altura e Idade, independentemente da viagem a fazer ter uma extensão de 50 metros ou 50 quilómetros.

A razão não se prende com o facto de ter de dar o exemplo devido à profissão que desempenho, mas sim ao facto de eu os querer seguros e que tenham uma Educação rodoviária que acho importante. O exemplo vem de casa...

Comigo não há o "Em casa de ferreiro, espeto de pau." Usam e pronto. Eu é que sei...

Com todo este cuidado, que não acho exagerado, e devido à profissão de instrutor de Condução Automóvel, faz-me muita confusão ver as crianças serem transportadas ao colo, no banco sem os respectivos acessórios ou à frente empoleiradas no Tablie junto ao vidro.

Podia neste meu Post chamar à atenção dos pais para o facto de isso ser uma contra-ordenação com consequências monetárias e inibição de conduzir.

Na verdade, isso pouco me importa, na medida que cada um é dono da sua carteira.

Eu quero é alertar para as consequências que possam existir em caso de acidente. mesmo que a baixa velocidade.

Assim, convido-os a verem um pequeno mas educacional vídeo.

Basta que para isso cliquem aqui.

Boa Noite

4 comentários:

Anónimo disse...

Sem duvida que pensamos sempre que só acontece aos outros, por isso facilitamos.
Ótima chamada de atenção. Obrigado

Anónimo disse...

A Câmara Municipal de Leiria, através do gabinete de protcção civil e em colaboração com uma escola secundária, promove acções de sensibilização à porta dos infantários e escolas primárias públicas, com esse mesmo objectivo.
Distribuem folhetos, falam com os Pais e dão prémios simbólicos aos cumpridores das normas de segurança.
Um bom exemplo a seguir.

Zé do Asfalto disse...

Parabéns pelo Post. Na verdade existe uma grande falta de cuidado por parte de quem transporta os mais "petis".
Vamos esperar que quem lê o teu Blog comece, se ainda o não fizer, a "amarrar" os seus filhos á vida.
Gostei do teu espaço.

Caroline disse...

Como eu já sofri acidente, sei bem qual a importância do cinto. É incrível que pessoas ainda não tenham reparado isso.